• HOME Notícias
  • ENAServ discute abertura de mercados para setor de serviços

    IMPRIMIR

    16.4.2018

    Secretário de Comércio e Serviços substituto, Douglas Finardi, destacou no evento ações do MDIC para estimular exportações do setor

    Brasília (13 de abril) - O secretário de Comércio e Serviços substituto do Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços (MDIC), Douglas Finardi, participou, na última terça (10), da 9ª edição do Encontro Nacional de Comércio Exterior de Serviços (ENAServ), onde apresentou as principais iniciativas do MDIC para estimular o setor e incentivar as exportações de serviços brasileiros.

    Como explicou Finardi, o setor já representa 20% de todo o comércio global. Quando contabilizado o valor adicionado pelos serviços aos demais produtos, o percentual sobre para 54%. Segundo projeções apresentadas pelo secretário, até 2025, a participação dos serviços alcançará 75% do comércio mundial.

    No Brasil, o setor responde por mais de 70% do valor adicionado ao PIB nacional, apresentando cifras semelhantes às de economias desenvolvidas. "Destacam-se a transversalidade do setor e o volume de empregos gerados - 67% dos empregos formais, além do seu impacto na competitividade dos demais setores da economia, como indústria e agronegócio. A relevância dos serviços na economia é decisiva para o desenvolvimento nacional", destacou Finardi.

    O secretário comentou ainda a importância de se estabelecer parcerias com parceiros estratégicos para a exportação de serviços brasileiros, como China, Reino Unido e Argentina. Além disso, destacou que o comércio eletrônico e digital é uma das principais pautas do MDIC. Segundo ele, o governo vem discutindo ativamente o tema em fóruns interministeriais e bilaterais. "Também temos debatido com o setor privado o desenvolvimento de políticas públicas e iniciativas para o setor de serviços. A Secretaria de Comércio e Serviços do ministério vem atuando neste sentido por meio do Fórum de Competitividade do Varejo e do Fórum de Competitividade do Comércio Exterior de Serviços", disse.

    Finardi ressaltou, por fim, a importância da criação do Grupo de Trabalho de Serviços na Câmara de Comércio Exterior (Camex) para a análise da competitividade do setor. O grupo, que foi apresentado em detalhes pela Secretária-executiva da Camex, Marcella Carvalho, durante o ENAServ, discutirá o tema em cinco eixos: melhoria do ambiente de negócios para o setor de serviços; financiamento e garantias às exportações; economia de serviços e comércio eletrônico; facilitação do comércio de serviços; e reforço da coordenação governamental para fomento do setor de serviços.

    China

    O secretário de Comércio e Serviços do MDIC também informou que, em 2018, o Brasil irá participar como "País Convidado de Honra" da maior feira de comércio e serviços da China, a CIFTIS (China Beijing International Fair for Trade in Services) em Pequim

    O convite foi feito após a assinatura do Memorando de Entendimento sobre Cooperação em Comércio de Serviços entre o MDIC e o Ministério de Comércio da China (MOFCOM) em outubro de 2016.

    Sobre o ENAServ

    O ENAServ é promovido pelo MDIC e pela Associação de Comércio Exterior do Brasil (AEB) e tem apoio da Confederação Nacional do Comércio (CNC) e da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo (FecomercioSP).

    A 9ª edição do  evento teve como tema "Comércio Exterior de Serviços Abrindo Mercados" e teve a participação de representantes do setor privado de serviços e do governo. Além de Finardi, participaram do ENAServ a secretária-executiva do MDIC, Yana Dumaresq, e a secretária-executiva da Camex, Marcela Carvalho.

    Leia mais

    Secretaria-executiva do MDIC destaca ações da pasta para fortalecer a competitividade do setor de serviços

    Fonte Internet: MDIC, 13/04/18